BUREAU + Fe Cortez: Cápsulas de café | Pequenos Lixos, Grandes Problemas

As cápsulas de café entraram na moda nos últimos anos e já tem muita gente que diz não viver sem elas. Por aqui, no Brasil, elas chegaram nos anos 2000. Parece que foi ontem, né?

Só em 2015, mais de 7 MIL toneladas de cápsulas foram consumidas pelos brasileiros. Vamos falar sobre elas?E qual é o grande problema que elas representam?

As cápsulas são bastante polêmicas ambientalmente, já que são feitas de uma mistura de matérias-primas, geralmente plástico e alumínio, o que já dificulta pra caramba um possível processo de reciclagem. Elas são descartáveis, ou seja, são feitas pra serem usadas em menos 1 minuto, pra um produto tão antigo e tão prático quanto o café. Pra que mesmo a gente precisa das cápsulas?

Você deve tá pensando na cápsula da Nespresso, certo? Elas são feitas de alumínio e, sim, isso é um ponto positivo pra marca, se você descartá-las nos pontos de coleta oferecidos por ela. O alumínio é 100% reciclável, com valor de mercado e, com destino correto, pode voltar à cadeia. Mas você precisa fazer a sua parte, levando as cápsulas no lugar certo. O problema é que são pouquíssimos pelo Brasil. Quer saber como encontrar? Clica aqui.

As cápsulas da Dolce Gusto e das Três Corações são feitas de plástico e alumínio, o que dificulta pra caramba o processo de reciclagem.

E as duas marcas têm pontos de coleta das cápsulas, mas em lugares beeem limitados do Brasil.

Foto: Luiza Restum

Mas vamos falar sobre a reciclabilidade das cápsulas? Na teoria elas são recicláveis e recicladas, mas todo processo demanda recursos: energia, transporte, água, etc, etc, etc… Além disso, pra que isso seja feito, você precisa levar as cápsulas no ponto de coleta. Você faz isso?

Se a gente for pensar na produção, as cápsulas têm muito mais impacto ambiental do que clássicos sacos de café. O café é a segunda bebida mais consumida no Brasil, então me conta: qual é o objetivo de investir ele em formato descartável? Vamos repensar a necessidade disso? Se você já tem a máquina, vale investir nas cápsulas reutilizáveis.

Quer saber uma coisa bem interessante? O John Sylvan, criador das cápsulas de café, já se declarou arrependido:

“Não importa o que digam, as cápsulas nunca serão recicláveis”, afirmou ele ao jornal The Atlantic.

[Inclusão do Bureau: vale citar a marca Zóia,  que desde 2010 cria acessórios lindos com cápsulas de café,  sendo uma das pioneiras neste tipo de reciclagem através da Moda. A marca criou o projeto “Faço Parte”, que coleta a matéria-prima para seus produtos com a colaboração das próprias clientes. Clica aqui pra conhecer]

 

Fernanda Cortez - Menos Um Lixo

Fernanda Cortez - Menos Um Lixo

Fernanda Cortez é comunicadora, ativista ambiental e idealizadora do Menos 1 Lixo, movimento e plataforma de consumo consciente que chama a atenção das pessoas sobre o volume de lixo que produzem no dia a dia, focando na mudança de pequenos hábitos diários, como a substituição dos descartáveis pelos reutilizáveis.

Deixe um comentário

O que fazemos

Branding

Consultoria de Estilo

Palestras

Vivências para inovação

Pesquisa

Projetos especiais

Criável

RIOetc

Receba nossas news