BUREAU + Magê: Curadoria; essencialismo que quer menos, porém, melhor

Em julho deste ano dei um pulo despretensioso na Pinacoteca de São Paulo e me deparei com uma exposição que realmente me fez diferença. A obra da artista sueca é a representação física em tela do mundo espiritual. Mulher do início do século passado, sabia que sua obra não seria entendida pelos seus contemporâneos e sugeriu que não fossem exibidas até 20 anos após sua morte. Sua arte foi feita para o futuro, e hoje, mais de 70 anos depois, conheci Hilma af Klint (para saber mais, apesar da exposição já ter encerrado, clique aqui.)

Não vou mergulhar em sua incrível obra neste texto, mas jogar o foco na curadoria da exposição “Mundos Possíveis”, feita por Jochen Volz, Daniela Castro e Daniel Birnbaum. Gratidão! Esse grupo de pessoas foi responsável por cuidar, administrar com extremo apreço. Certamente a curadoria passou pelas atividades de viabilizar o local, a data, selecionar as obras, transportar, cuidar, preservar, articular com o espaço, fazer a comunicação, a apresentação, as explicações, o livro…

Enfim, comecei a refletir sobre a importância da curadoria: atividades organizadas que, como filtros bem-intencionados, vieram peneirando e lapidando a informação até me atingir.

No contexto atual tão vasto de informações, de excesso de confusão, temos de tomar decisões baseadas na relevância — e a curadoria é um belo atalho.

Um exemplo bacana é o Mappa: uma plataforma guia do conhecimento, que através de curadores humanos e de algoritmos éticos, sugerem caminhos de leitura, filmes e vídeos para uma evolução pessoal.

Ao contrário dos algoritmos usados atualmente pelo Google, Facebook, Netflix e tantos outros, que limitam a nossa pesquisa ou simplesmente analisa nossos gostos e preferências comparando com o de outros usuários, o Mappa tem uma análise individual mais personalizada que colabora com conteúdo e nos ajuda a ter novas ideias e, por que não, a construir um novo futuro?

Tem também uma loja que amo, de ótima curadoria, que se chama Coco + Mischa. Fica na cidade de Georgia em Atlanta, EUA. Foi fundada por duas irmãs (o nome veio da união de seus apelidos) e traz um conceito leve, transparente, divertido e com amor: atualmente a Coco está cuidando de seus trigêmeos, enquanto a Mischa cuida da loja.

Os filtros que elas usam em seu processo de curadoria estão bem descritos no site e os produtos oferecidos variam entre roupas vintage, coisas lindas para casa e para o corpo, roupas e bijuterias manuais. Todas as marcas são pequenas, sustentáveis, slow e socialmente conscientes, focando deixar nossa vida mais criativa e bonita!

Recentemente, conheci também a Casa Orgânica, um supermercado todo orgânico. Nascido da união de consumidores e produtores, fica em São Paulo, e tem a sustentabilidade como fator determinante. Levam à risca os filtros de orgânicos e certificados, e sua pesquisa acaba por oferecer uma enorme variedade de produtos orgânicos e direto do produtor: são alimentos, maquiagem, limpeza, alimentação para pets e muitos outros.

Acontece que temos de ser curadores também: saber escolher, organizar prioridades, seguir uma ética, valorizar iniciativas bacanas, ter a consciência do todo e acionar os melhores filtros.

Gosto de pensar que a curadoria está ligada a um essencialismo que quer menos, porém, melhor; que busca disciplinadamente menos; que leva uma vida que tem significado, que estoura bolhas, que distingue as poucas oportunidades vitais das muito triviais.

Tags:
Maria Eugênia

Maria Eugênia

Magê é estilista há quase uma década, se define como curiosa visual e com mais de um pé na antropologia. É bailarina passional, nascida de 7 meses - em todos os sentidos - e aquariana reclusa. Vem costurando temas como moda, sustentabilidade, arte e tecnologia nos últimos anos. É co-fundadora e diretora criativa e de conteúdo da marca UseVerse (roupas para o movimento). Também consultora para startups em design estratégico e desenvolvimento de marca e produto. Com olhar atento ao processo produtivo, à base, busca novas formas de fazer e colaborar. E acredita na união do corpo, mente e alma para escolhas com maior consciência e equilíbrio.

Deixe um comentário

O que fazemos

Branding

Consultoria de Estilo

Palestras

Vivências para inovação

Pesquisa

Projetos especiais

Criável

RIOetc

Receba nossas news