17795840_1499340420075995_509288122267007535_nTalvez por coincidência, ou é o destino tentando me mostrar algo, todas as empresas que trabalhei e projetos que participei tinham como objetivo final ajudar diretamente uma iniciativa, um grupo de pessoas, animais, ou uma comunidade. Até que me encontrei realmente motivada por contribuir e divulgar marcas que por trás tenham  idealizadores que decidiram fazer da sua vida uma missão diária.

Já começo dizendo que morar em Nova York é uma mão na roda para exercitar seu lado de bom samaritano. Eu particularmente fico feliz da vida se compro meu Maple Syrup na feira local, e não no supermercado. Ao mesmo tempo, resistir à todas aquelas mini comprinhas porque “está tão baratinho”, é prova de fogo.

Por esses dias, apareceu no meu feed do Instagram uma foto colorida com uns sapatos lindíssimos. De cara já deu pra ver o toque handmade – primeiro sinal de que você está indo no caminho certo. Entrei no site, dei play no vídeo de apresentação e a primeira frase foi:

“When people say one person can’t create change, I look them in the eyes and say: watch me.”

(Quando as pessoas dizem que uma pessoa não pode criar a mudança, eu as olho nos olhos e digo “me assista”)

aL-ix-style-02Wow! Pausa. Volta um pouco. Foi isso mesmo o que ela disse? Já estava quicando no sofá, achando a marca incrível. A Ix Style foi criada por Francesca Kennedy, descendente de guatemaltecos. Foi em uma viagem ao país para visitar seu avô, que viu pela primeira vez a atual situação do Rio Atitlan, onde passou tantos verões quando criança. Completamente contaminado, famílias bebem, banham-se e cozinham com essa água tóxica, resultado de anos de poluição. Com uma fórmula certeira, juntando a cultura local, emponderando mulheres da comunidade e diversificando moda, Francesca fez das sandálias o meio de prover água potável para milhares, poupando assim crianças e mulheres de andarem 16 km por dia para encher galões com água suja.home-slider-slide-110407256_1003933002950075_1323517955724302719_nComo todos os produtos Fair Trade, artesões dedicam horas em cada peça, para que no final você possa aproveitar de algo que faz sentido! A marca está baseada aqui em NY e você pode conhecer a loja marcando uma hora para visita. Os produtos tradicionais da Guatemala são enviados para outros países, inclusive Brasil.aL-ix-style-03Os sapatos são lindos, mas veganos como eu devem ter notado que não são livres de couro animal. A causa de levar água potável para quem precisa é bonita e não menos importante que a nossa. Acredito que cada um deve ter o compromisso social/sustentável com aquilo que se identifica. A boa notícia é que já mandei uma mensagem perguntando sobre modelos veganos e eles responderam que sim, terão em breve! Não é incrível ver o mundo tomando consciência em todas as áreas? <3

.

{Este post é produzido e compartilhado com *aLagarta e Amanda Zollinger, colaboradora da emag, direto de NYC}

*A aLagarta é a primeira emag feminina independente e colaborativa do Brasil. Uma eterna mutante, tem vida própria e vira borboleta toda vez que lança uma nova edição.

logo menos tendencia para posts blog