Hoje, as marcas que fazem a diferença são, geralmente, as que provocam uma verdadeira revolução no dia a dia das pessoas. Marcas como a THINX, que surgiu para, finalmente (e realmente), facilitar a menstruação. Sem rodeios ou vergonha da palavra (que há tempos atrás era vista como indelicada), e com bastante poesia, a proposta é inédita. Um sopro de ar fresco pra meninas e mulheres do mundo todo!

E se você pudesse menstruar sem precisar usar absorventes que abafam a pele e ainda poluem o meio ambiente? Pois foi o que a THINX pensou, lançando suas “period panties”, as calcinhas que absorvem a mesma quantidade que dois tampões, “e ainda assim, aparentam e passam a sensação de uma calcinha normal”.

São diversos modelos, do estilo hot pant, passando pela basiquinha e tem até com transparência, para “heavy days” ou pra fluxo médio. O segredo está no tecido tecnológico que absorve e também combate bactérias. De acordo com a THINX, você pode usar qualquer uma das calcinhas o dia inteiro, dependendo do seu fluxo, é claro. A comunicação no site é feita com muita simplicidade e clareza e na seção How it Works, há até uma cartela explicativa.

aL-REA-THINX-01

A THINX também produz collants com shapes diferenciados e macacões pra exercícios como yoga e dança, na linha Activewear. Vale demais assistir ao vídeo que demonstra o ciclo feminino através da dança contemporânea, com corpos “reais”, usando os collants da marca, é claro. E os produtos da THINX não se limitam ao underwear. Pras mulheres que ainda não se adaptaram à soluções alternativas como o copinho coletor, a marca produz também tampões ecológicos, “for real menstruating humans”, como anunciam. Feitos de algodão 100% orgânico, eles não levam componentes químicos e são biodegradáveis! A caixa com 8 custa 6 dólares. Bem acessível, né?

aL-REA-THINX-03

homepage__hero--2

Pras desconfiadas, a THINX promete que a mágica acontece de verdade, e conta com muitos depoimentos de clientes satisfeitas. Mas há  também a tradicional promessa de reembolso do dinheiro, caso você não curta ou não se adapte.  E aí, deu vontade de experimentar?

.

{Este post é produzido e compartilhado com *aLagarta}

*A aLagarta é a primeira emag feminina independente e colaborativa do Brasil. Uma eterna mutante, tem vida própria e vira borboleta toda vez que lança uma nova edição.

logo menos tendencia para posts blog